terça-feira, 25 de agosto de 2015

O teu nome

O teu nome
Soa um sussurro no teu ouvido..
Mas transforma-se numa enfermidade que grita obsessivamente o teu nome...
Mas continua sussurrando o teu nome.
O teu nome!
O teu nome soa doce dentre os lábios enfermos.
A verdade vive no teu nome, na enfermidade dos teus ouvidos, pois não exige vaidades quando se esta doente.
Seja sábio!
Falava-me e mesmo assim sem pensar conseguia falar o teu nome...
E pensava comigo:
Malditos!
São aqueles lábios que blasfemam contra o teu nome!
Malditos são os meus lábios enfermos...
Que já tocaram teus lábios e no teu ouvido sussurrava o teu nome.
Amandio Sales