domingo, 8 de fevereiro de 2015

Coração partido

Coração partido

Ter o coração partido, é ouvir as suas arritmias pela metade,
é a arritmia da metade do nada.
São tijolos submersos sem bolhinhas...
Ter o coração partido é idêntico ao crepúsculo não visto, é sabão sem bolhinhas...
É o universo de versos a esmo no vácuo...
Paraiso dividindo um coração partido, é uma cor borrada.
O coração partido vive desolado no vácuo...
É estrada sem fim!
Amandio