quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Meus anseios ocultos

Meus anseios ocultos

Pensei muito antes de falar e terminei silenciado pelo teu olhar.
Medo?
Pensei...
Aquele pavor de abrir o meus lábios para dizer-te que em fim estou por perto, mas fui silenciado pelo teu olhar...
Queria dizer-te dos meus anseios ocultos...
Mas preferi o silêncio.
Ao perceber a ternura reluzente da tua face...
E o medo do teu amor findar.
O nosso amor, o anseio de querer-te, sem perder e nem ganhar-te...
Demo-nos mais uma chance!
Vi o mundo que poderíamos merecer juntos...
Vamos reconquistar cada pedacinho perdido!
Vamos voltar a reviver as antigas aventuras!
Vamos em busca do mundo perdido.
Vamos nos esconder por traz das árvores e perder-mo-nos entre beijos infinitos revivendo as aventuras dos contos de fadas.
Vamos contrariar os puritanos, com um beijo saliente!
Deixemos ser condenados pela a inquisição dos olhares e que venham á nossa captura pois hoje é dia de caça as bruxas e o nosso amor queimará tudo é a todos!
Portanto a nossa separação pare eles será a maldição.
Porquanto não separa a quem se ama...
Amandio Sales