segunda-feira, 21 de abril de 2014

Você

Quando penso em você lembro-me um pouco de ti!
Foi você que me fez assim!
Pequeno, grande e quase feliz...
Ensinou-me o que pôde.
O que sou, devo a você, mas logo tive que partir...
É!
Nem tudo é da forma que queremos.
Eu aqui e você aí!
Retalho de lembranças já teve...
É assim que tem que ser?
Dependentes da distancia e escravos do tempo!
Vi você nos meus sonhos, mas não nos falávamos...
Quando você percebeu que parti!
Só ficaram você e ele...
Agora me emociono em pensar em vocês, porque parti!
Mas fiquem orgulhosos!
Não mudei a minha forma de ser e apenas melhorei os meus princípios...
Mas continuo a cá com o meu silêncio.

Amandio Sales