quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Quando tremo

Quando tremo não é por querer, mas por sentir teu corpo quente e perfumado próxima a mim...
Eu nunca poderia sentir falta, por ela ser tão vazia.
Poderia sentar ao teu lado e neste instante, te falar algo que existe dentro de mim.
Minha vida não é vazia, bem sabes...
Sou alegria escondida, sou ternura!
Mas não consigo viver sozinho, nesta noite fria e escura...
Tenho um sorriso tão lindo!
E agora sei!
A minha alegria é você que os meus braços ficam á procurar.
Perco a fala, destrambelho as ideias, fujo do lógico, porquanto você nada compreende...
É amor querer mudar?
Pode ser uma autoproteção em não querer reagir aos teus beijos?
Por dentro do teu olhar observo um brilho diferente, beijo-te, amo-te e agrado-te...
E mesmo assim estou longe de conquistar-te...
Olha!
Não vivamos em ilusões passageiras, mas vivamos o agora, nos dois juntos, eu e você!
Minha flor.
Sabes tu que te amo!
E quero o melhor para-nos!
Lembra-te de mim, quando partires, porque a minha estrela brilha ao teu lado!
Lembra-te das palavras preciosas que trocamos e os nossos olhares quando se cruzaram pela primeira vez, desta vez é diferente!
Partirei para que um dia eu possa voltar...
______________________________________________

Estes são trechos de um livro que estou escrevendo.
Mas tenho um de poesias que esta na Amazon.

http://www.amazon.com.br/Alma-Nua-Amandio-Sales-ebook/dp/B00FG6KQE8/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1382067315&sr=8-1&keywords=alma+nua
Amandio Sales
O seu comentário é muito importante para mim. Obrigado por sua visita! Volte sempre!