sábado, 28 de setembro de 2013

Quando escrevemos

Escreve-se o que o amago demonstra do escritor, 
é como se ele estivesse em parque de diversões da vida...
A escrita tem como o efeito uma roda gigante que gira com idealizações mirabolantes e parando em certo ponto a sua visão ganha forças e isso, só quem sabe é aquele que esta no topo e bem lá de cima desponta paisagens lindas, fogos de final de ano e pode até avistar o seu lar.
E se acompanhado estar no topo desta roda gigante...
Em um longo beijo finaliza com um final feliz.
Mas escritor nunca para, quantas descobertas ele tem ainda?
Quando escreve, não para no tempo.
Ele é eterno escrevendo.
Deve-se escrever sem medo de errar ou de ser criticado, escreve-se com amor, por isso que aquele que escreve é solitário, entretanto vive em companhia de seus leitores, de qualquer forma o escritor nunca vai estar á sós. 
Para escrever basta começar a escrever, assim dizia um poeta.
Amandio Sales.