domingo, 28 de julho de 2013

Louco

Será que a contra mão é o melhor caminho?
E sabendo que machuca sempre abismamos no mesmo buraco!
Buraco um quarto fechado e escuro,
Na verdade,
Da na mesma coisa!
Abismo solidão e logo percebo o improviso da tristeza.
Matar morrer, viver para ver o que vai dar.
De certo estamos sujeitos a mudanças,
Aquela maldita mudança o comportamento...
Em meio a palavrões vou vivendo com minhas visões.
Bisonho, ridículo, maldito!
E em meio aos gritos vou vivendo...
Tenho que não gritar para agradar.
Tenho que ser eu para não agradar.
Quando ei de aprender a dizer não?
Essa maldita negação!
Pode acusar-me de louco!
É através das ferroadas que aprendi,
Tenho muitas ainda para receber...
Isso é tristeza!
Não consigo ser mais o que sou!
Devo mudar para que nem tudo esteja perdido...
Amandio Sales.