domingo, 2 de outubro de 2011

Sou nada


Por favor? Preciso de um help! (SOCORRO) para fugir do cercado, quero voar para bem longe e não poder contaminar-me com tanta intolerância, com seu ego demasiado (EGOÍSMO).
Preciso de mais uma dose de musica, aquela canção que me satisfaça. (ALEGRIA).
Devo rir daquela piada que ninguém entende? Deixo de entender aquela pessoa insatisfeita com a vida, que perdeu a vontade de sair de casa, pronta para pular da janela e sumir do mundo!
Procuro um horizonte para completar-me envolvendo-me.
Almejo um beijo que me golpeie, nocauteando-me.
No final, não faço nada, omito-me,
Deixo de servir.
Sou nada! Nada! 
No final sou nada sou.