domingo, 5 de junho de 2011

pássaros negros

Vive numa casa vazia e fria, 
um pobre homem, 
na solidão de seus pensamentos a esculpir pássaros negros, 
são pesadelos criados, 
é a arte negra, 
a arte da solidão, 
pássaros barulhentos e feios, 
vistos e esculpidos por olhos tristes, 
aves de abandono depenadas, 
vive o homem a esculpir os seus pesadelos, 
criatura triste por viver isolado por vontade, 
sentado com uma faca e um pedaço de madeira, 
antes fazia maravilhas, 
coloria seus sonhos e com alegria a viver cantando...
Hoje vive ele e seus pensamentos tristes, 
numa casa fria e silenciosa por abandono próprio, 
preso na sua gaiola emocional esculpindo pássaros feridos, 
igual um galho seco por morrer de sede...
Lágrimas secas, 
são olhos embaçados, 
pobre é aquele que vive na solidão, 
remoendo tristezas e definhando gradativamente por viver na sombra da solidão...
A tristeza é como uma escultura nas mãos de um artesão triste, esculpi desolação, 
fome, 
não a fome de viver mas a de morrer. 
Morrer por dentro.