domingo, 17 de abril de 2011

Paradigma

Fico louco em pensar que algum momento vou perde-la,
Fico desnorteado em imaginar, que não vou alcançar-la,
Tenho medo de ficar novamente só: sei não ficarei... 
Tenho-te em meus pensamentos,
A minha alma faz união a sua!
E desarmo-me em tudo, 
Vejo-me a falar teu a todo momento e não me canso de falar;
Amo-te: Adriana, és a Rainha de minha alma, És
aquela que falo todos os dias. Trago o nome em meus lábios,
Adriana meu paradigma.
Quando falamos que amamos - Loucos somos:
Mas o insano é aquele que não ama,
sem conhecer a etimologia do sentimento 
Amar é um passo á felicidade,


Paradoxo da tristeza - O amor.